Em apenas oito anos de carreira, cantor britânico já foi acusado de roubar as canções dos outros por três vezes.

Ed Sheeran iniciou a sua carreira em 2011, mas cinco anos depois já estava às avessas com outros músicos

Como não há duas sem três, o músico britânico Ed Sheeran, de 28 anos, enfrenta uma nova acusação de plágio – a terceira desde o início da carreira, em 2011.

Agora, a empresa que detém os direitos de parte do catálogo de Marvin Gaye – a Structured Asset Sales – está a processar o cantor por alegadamente ter plagiado o tema ‘Let’s Get it On’, de 1973, na canção ‘Thinking Out Loud’, de 2014. A queixosa pede mais de 90 milhões de euros de indemnização.

O primeiro caso a ensombrar a carreira de Ed Sheeran aconteceu em 2016, com o tema ‘Photograph’, que os compositores Thomas Leonard e Martin Harrington acusaram de roubar a canção ‘Amazing’, popularizada por Matt Cardle, vencedor do concurso ‘X Factor’. O caso nem chegou a tribunal: foi resolvido por acordo entre as partes, com Sheeran a entregar 19 milhões de euros aos queixosos.

Mais complicada é outra situação ainda pendente e que diz respeito ao tema ‘Shape of You’ – um dos maiores sucessos do cantor. O músico Sam Chokri garante que o refrão é uma cópia descarada de ‘Oh Why’, uma canção que ele próprio tomou a iniciativa de enviar a Ed Sheeran em 2015, quando se propôs para trabalhar com ele.

Por ordem do tribunal, Sheeran deixou de receber direitos de autor relativos ao tema, até que a situação fique resolvida, o que deverá acontecer no próximo ano. Por tudo isso, Sheeran já disse aos fãs que se vai retirar de cena, “pelo menos durante os próximos 18 meses”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui