“ARTISTAS INDEPENDENTES VS ARTISTAS AGENCIADOS”

0

“ARTISTAS INDEPENDENTES VS s ARTISTAS AGENCIADOS”
(VANTAGENS E DESVANTAGENS )
.
Muitos são os artistas que perdem-se entrando numa editora ou agência e muitos são os artistas que perdem por não entrar numa editora ou agência?
.
Vejamos!
Todo artista tem o desejo e a meta de ascender.
Ter fama, fazer sucesso e dinheiro e pertencer numa grande editora ou agência para maior expansão da sua imagem e sua música e carreira no geral, pois muitos acreditam que às tais editoras ou agências vão gerir melhor a sua carreira e atingir grandes metas.
.
Quando és um artista independente e com trabalho, talento, sorte e dedicação lanças um ou dois sons e tornam-se sucessos, és a atenção de todos, mídia, povo, organizadores de eventos e por aí fora, logo és uma máquina de fazer dinheiro naquela fase, aí surgem “N” convites para show/festas e o teu cachet(orçamento para atuação) pode rondar nos 300, 400, 500 mil kzs e numa semana podes ter 4 á 5 shows/festas para cantares porque esse cachet que os mesmos cobram para atuação nas tais festas, pois cabe ao bolso dos organizadores e com tantos shows numa semana, em um mês chegam a ter 5, 6 milhões de kzs. Muito dinheiro.
.
Aí depois surge os convites para fazer parte de uma editora ou agência, por exemplo : LS & REPUBLICANO, CLÉ, BANZELO NATION e por aí fora, porque tas na boca do povo e dos organizadores de eventos, se tornaste numa máquina de fazer dinheiro com o seu talento, para eles tens que fazer parte da elite.
A política deles é que tornarão-te mais artista, e terás maior expansão musicalmente e não só, porque têm ligação com a midia(TV, rádios, revistas) e vão gerir melhor a sua carreira.
Okay é isso que todo artista almeja e a ambição de fazer parte de uma editora ou agência é praticamente a meta ou uma das metas, pois acha que vai gozar de regalias, pois embora alguns gozam.
.
Há um pormenor muito importante, pertencer nessas editoras ou agências não é um mar de rosas não.
Vejamos!
Como mencionei aí encima sobre o cachet de um artista independente em Angola para atuação em shows ou festas, até porque em Angola os artistas fazem dinheiro cantando em festas e nada de shows, grandes Shows em Angola são organizados por essas mesmas editoras, tipo Show da Virada, Show Unitel, Show Da Clé e aí não pagam ninguém, mas eles cobram o acesso, têm patrocínio que dão buede massa e a organização faz muito dinheiro com esses shows que eles não pagam quem cantar no mesmo, alegando que tá auto-promover-se e por aí…
Epah indo para o assunto, um artista independente em Angola para atuação em shows ou festas o cachet rola nos 300, 400, 500 mil kzs e numa semana pode fazer mais que 4,5 shows.
Já numa editora ou agência vais assinar um contrato, com algumas propostas inicias de que lançamento de álbuns e por aí, tão logo que assinar o contrato a tua gestão passa para eles, como é óbvio.
Cachet para ter você numa festa ou show vai subir, se antes foi 400, 500 mil kzs vai ser 1 milhão, 1.500.000.00 mil kzs. Vais fazer lá às tais sessões de fotos, vais filmar os tais vídeos clipes e vão meter nos canais televisivos e vais aparecer bué em programas televisivos e por aí fora.
Ele vão dar continuidade numa cena que você já começou, que com a fama e audiência que ganhaste sem eles podes fazer o que eles vão fazer por ti, pois embora os artistas das editoras ou agências tem um salário simbólico de aproximadamente 100, 200 mil kzs por mês, e em cada show que fizeres tens 30 ou 40% do orçamento do show/festa e o resto é para agência. Tipo eles ganharão mais que você.
E se não tiveres a fazer sucesso aí tas fodido, és esquecido e priorizam quem tá fazer sucesso porque eles querem dinheiro e tu sem sucesso n darás dinheiro a empresa.

Um outro ponto é que tu farás menos shows porque o teu cachet passará a ser tão alto e os organizadores não arriscariam pagar ou gastar 1 milhão em ti para festa deles, por isso vcs vejam poucos artistas em cartazes de festas depois de assinar numa editora ou agência, porque fica difícil negociar através das exigências da mesma. Alguns fazem, mas poucos fazem.
E aí os artistas começam a desaparecer, e a tática das editoras é mandar os mesmos artistas para estarem constantemente nos programas televisivos para a imagem artística n morrer.


Vou dar um exemplo!
Rui Orlando antes de assinar pela LS & REPUBLICANO, com os sucessos das músicas PROMETO, PRA VENCER, tinha cartazes de festas com o seu rosto em qualquer parte da cidade de Luanda, somente num final de semana, RUI ORLANDO tinha 4, 5, 6 festas para cantar, num cachet de 300, 400 ou 500 mil kzs, como eu já disse aí encima, num mês chegava mesmo a fazer 5 a 6 milhões de kzs. Depois de ter assinado com a LS o cachet subiu é raro agora ver ele em cartazes de festas onde fazia muito dinheiro numa semana, mês. E o contacto direito com o público ficou restrito, ou da seu SHOW, ou espera os shows da Virada, da Unitel e por aí fora.


Isso aconteceu com GERILSON INSRAEL, JAY OLIVER e com tantos outros artistas.
Ligam para LS para saber o cachet da ARY, Pérola e outros, estão em 1 milhão, 2 milhões de kzs e poucos organizadores lhes contratam e ficam mesmo aí sem shows e tal, só a aparecem bué nos programas televisos a estrear músicas novas e a brincar nas rubricas de lá e vão nos shows da label.
.
Eu ainda acho que se tu tens sucesso e tas a fazer massa com show e já atigiste ou tens milhares de fãs, cria ou organiza um Team você mesmo, cria teu escritório e faz os teus links e gere a tua carreira com o Team que você fez, eu ainda acho que é bem melhor e faz simplesmente parcerias com gravadoras para lançar os teus álbuns.
Eu trabalho com artista que é independente e faz mais dinheiro com shows que esses manos nas editoras ou agências.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui